II Conferência Internacional Riscos, Segurança e Cidadania
EN
PT
Temas
A Segunda Conferência Internacional Riscos, Segurança, Cidadania será organizada em várias sessões, orientadas pelos 5 eixos temáticos do evento:
RISCOS NATURAIS E TECNOLÓGICOS
Metodologias de identificação de perigos e de análise de risco; critérios de avaliação e de tolerância do risco; comunicação e tratamento dos riscos; riscos versus benefícios; riscos específicos (Barragens, portos, aeroportos, transporte de mercadorias perigosas…); riscos associados a rios transfronteiriços; ricos tecnológicos com origem em eventos naturais; mitigação de riscos naturais, tecnológicos e NATEC; o papel da avaliação e gestão dos riscos na segurança, bem-estar e resiliência das comunidades; modelos, vantagens e dificuldades na cooperação entre jurisdições vizinhas na gestão dos riscos naturais e tecnológicos; casos práticos de gestão de riscos naturais e tecnológicos.
RISCOS SOCIAIS
Causas que promovem as migrações, sejam elas de carater económico, ambiental ou político; implicações que este movimento de massas provoca, quer na economia dos Países de acolhimento, quer o seu impacto social junto das comunidades instaladas; consequências que estas migrações provocam no espaço Europeu, tendo em atenção as seguintes ameaças:
a)Infiltração de potenciais terroristas (lobos solitários);
b)Disseminação e contaminação de doenças provenientes das zonas
de fuga, representando perigo para a saúde pública;

c)Criação de redes tráfico/exploração sexual/ trabalho escravo;
d)Conflitos com a população existente devido à procura de bens
e serviços;

e)Conflitos étnico religiosos nos Países de acolhimento;
f)Pressão do sistema económico e de proteção social.
SEGURANÇA DE PESSOAS
Espaços públicos, infraestruturas criticas e segurança urbana; videovigilância e softwares de reconhecimento; Big data analysis; a interdependência das componentes da segurança: redes sociais e privacidade; a segurança como direito, liberdade e garantia; policiamento de proximidade; ciberespaço e cibersegurança; organização do socorro.
ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS
Alterações climáticas e risco de desastre; Mitigação e Adaptação às Alterações Climáticas na escala regional e municipal; cidadania ambiental; subida do nível do mar e impactos nas zonas litorais; objetivos do desenvolvimento sustentável; princípios, prioridades e metas definidas pelo Marco de Sendai.
CONHECIMENTO
Redes de conhecimento científico: capacitação dos cidadãos; dinamização de laboratórios colaborativos; parcerias universidades empresas.
Web Design by Paulo Oliveira & Programming by Duarte Vasa